Saga Evanescente » Colunistas

Fernanda Pareja. (@parejafeeh)

Amazonense e virginiana de 15 anos que prefere ser chamada de Feeh. Mora em Ponta Grossa, é aspirante a fotógrafa e escritora nas horas vagas. Romântica aos extremos, mesmo que seja bem realista, tem uma queda por tudo o que é vintage e ama ler romances – especialmente os sobrenaturais. É chata em certas horas, fresca quando se trata de comida, mas é gente boa. Responsável pela coluna “Mais Que Evanescente”.


Julianne Costa. (@julillbs)

Tímida no começo e insuportavelmente louca até o fim. O humor mais instável que você vai conhecer; sofre por antecipação e chora calada, mas quando está feliz tenta contagiar a todos com essa sensação. Não mede esforços para ajudar alguém, em contra partida nunca sabe o que falar. Ciumenta, nervosa e exigente, sente-se honrada por ser escorpiana. Interessada em moda, fotografia e manipulação de imagens, está sempre em busca de novidades e alimenta as loucuras da autora. Colunista do “XOXO” que está sempre recheado de fan arts.


Paloma Nunes. (@panunes1)

Romântica assumida, essa soteropolitana adora uma boa história de amor, seja ela sobrenatural ou não. É viciada em series e filmes e tem um ciúme doentio com seus livros. Encontrou a Saga Evanescente por acaso, enquanto procurava informações sobre outros livros depois de ter lido Twilight. Escreve tanto poemas como livros, e tem um ou dois projetos ainda sendo feitos. Com uma personalidade carismática, e aficionada por um bom chocolate quente, Paloma é responsável pela coluna “MORRI!”, onde você encontra tudo que acontece nesse mundo Evanescente.


Bruna Stoinski. (@brunasfa)

Quinze anos, aquariana, cursando o ensino médio. Meu primeiro amor NAN foi Rubro e foi nele que eu tive meu primeiro amor literário, Tiago Pyerri, mas o que eu realmente ADORO é sorvete de açaí com calda de chocolate e de kiwi. Escrevo a coluna “Algumas pessoas são especiais” – o nome veio baseado no prólogo de Rubro enquanto a Patrícia e eu fingíamos que estávamos prestando atenção na aula de química. Minha personagem feminina preferida é a Amanda, o seu jeito maléfico de cutucar a onça e mostrar o pau me encanta! (sem sentido feio -q).


Pamella Santos. (@pam_saantos)

Com apenas 18 anos, cursa Jornalismo e ainda tem o sonho de ser simbologista. É autora de Aflorecer e ainda pretende escrever mais dois projetos no qual sonha incansavelmente. Descobriu a literatura sobrenatural depois dos livros de twilight e logo foi em busca de outros com o mesmo tema. Foi assim que conheceu a Saga Evanescente, pelo qual a consumiu com cada mistério e a cada novidade. Foi amor à primeira vista!
Escreve a coluna “Mural Rubrette” onde expõe as suas companheiras de vício desse mundo tão ávido como é o da Saga Evanescente. Também é a responsável pelo Leitor do Mês e do podcast.


Kadja Andrade. (@kadjandrade)

Aquariana desastrada de dezesseis anos e capixaba que odeia torta de bacalhau e muqueca, Rubro foi a primeira obra nacional que leu e que a introduziu nesse novo mundo de NANs (Novos Autores Nacionais). Torce para que a Mel fique com qualquer outro que não seja o Tiago ou o Maxim para que ela possa fugir com os dois para as colinas e viver estilo à lá Dona Flor e Seus Dois Maridos. Escreve a Coluna “Debaixo das cobertas com o Max”. A ideia do nome veio da ilusão de que o Max pudesse esquentá-la com seu calor corporal nos dias de frio (: